Pular para o conteúdo principal

Brasil: Manifestações Populares mudaram o país; Reforma Política poderá existir, mais de que forma?

Nas últimas semanas, o Brasil passou por um período de manifestações que ocorreram em todo o país. Desde Fevereiro deste ano, em Porto Alegre até hoje já ocorreram várias manifestações populares onde o povo foram as ruas reivindicar o aumento das passagens de ônibus, contra a Proposta de Emenda Constitucional de n° 37, mais saúde, educação, contra os gastos com as Copas das Confederações que ocorreu este ano e com a Copa do Mundo do ano que vem (2014) e principalmente, uma reforma política para melhorar o sistema político do país. Na sexta-feira, 21 de junho, a presidente Dilma Rousseff, em um pronunciamento em rede nacional, falou, durante 10 minutos sobre as manifestações que ocorreram no país.

E dentre estas manifestações que ocorreram no Brasil está a de Brasília, a do Congresso Nacional, que ocorreu em 17 de junho. Essa manifestação foi o estopim inicial para a manifestação do dia 20 de junho- onde seria mostrado o poder da população-, onde os manifestantes subiram no teto do Congresso Nacional reivindicar por seus direitos já citados acima.


No último dia 17 de junho, manifestantes foram além e invadiram o teto do Congresso Nacional (Foto: Reprodução)

O Grande dia das manifestações veio três dias depois. O Dia 20 de junho foi um grande dia para o Brasil, onde mais de 1 milhão de pessoas em todo o país foram as ruas, em todas as regiões. Nunca se viu nada igual desde as Diretas Já! ou o movimento Fora Collor, dois movimentos que levaram, respectivamente, as eleições diretas para presidente e o impeachment do presidente do Brasil na época, Fernando Collor de Melo.

As manifestações foram tão sérias que Dilma cancelou sua viagem para o Japão e no dia seguinte, 21, na rede aberta, deu seu pronunciamento, que pode ser assistido abaixo:


Confira o texto do pronunciamento abaixo:


Minhas amigas e meus amigos,

Todos nós, brasileiras e brasileiros, estamos acompanhando, com muita atenção, as manifestações que ocorrem no país. Elas mostram a força de nossa democracia e o desejo da juventude de fazer o Brasil avançar.

Se aproveitarmos bem o impulso desta nova energia política, poderemos fazer, melhor e mais rápido, muita coisa que o Brasil ainda não conseguiu realizar por causa de limitações políticas e econômicas. Mas, se deixarmos que a violência nos faça perder o rumo, estaremos não apenas desperdiçando uma grande oportunidade histórica, como também correndo o risco de colocar muita coisa a perder.
Como presidenta, eu tenho a obrigação tanto de ouvir a voz das ruas, como dialogar com todos os segmentos, mas tudo dentro dos primados da lei e da ordem, indispensáveis para a democracia.

O Brasil lutou muito para se tornar um país democrático. E também está lutando muito para se tornar um país mais justo. Não foi fácil chegar onde chegamos, como também não é fácil chegar onde desejam muitos dos que foram às ruas. Só tornaremos isso realidade se fortalecermos a democracia – o poder cidadão e os poderes da República.
Os manifestantes têm o direito e a liberdade de questionar e criticar tudo, de propor e exigir mudanças, de lutar por mais qualidade de vida, de defender com paixão suas ideias e propostas, mas precisam fazer isso de forma pacífica e ordeira.

O governo e a sociedade não podem aceitar que uma minoria violenta e autoritária destrua o patrimônio público e privado, ataque templos, incendeie carros, apedreje ônibus e tente levar o caos aos nossos principais centros urbanos. Essa violência, promovida por uma pequena minoria, não pode manchar um movimento pacífico e democrático. Não podemos conviver com essa violência que envergonha o Brasil. Todas as instituições e os órgãos da Segurança Pública têm o dever de coibir, dentro dos limites da lei, toda forma de violência e vandalismo.

Com equilíbrio e serenidade, porém, com firmeza, vamos continuar garantindo o direito e a liberdade de todos. Asseguro a vocês: vamos manter a ordem.

Brasileiras e brasileiros,

As manifestações dessa semana trouxeram importantes lições: as tarifas baixaram e as pautas dos manifestantes ganharam prioridade nacional. Temos que aproveitar o vigor destas manifestações para produzir mais mudanças, mudanças que beneficiem o conjunto da população brasileira.

A minha geração lutou muito para que a voz das ruas fosse ouvida. Muitos foram perseguidos, torturados e morreram por isso. A voz das ruas precisa ser ouvida e respeitada, e ela não pode ser confundida com o barulho e a truculência de alguns arruaceiros.

Sou a presidenta de todos os brasileiros, dos que se manifestam e dos que não se manifestam. A mensagem direta das ruas é pacífica e democrática.
Ela reivindica um combate sistemático à corrupção e ao desvio de recursos públicos. Todos me conhecem. Disso eu não abro mão.

Esta mensagem exige serviços públicos de mais qualidade. Ela quer escolas de qualidade; ela quer atendimento de saúde de qualidade; ela quer um transporte público melhor e a preço justo; ela quer mais segurança. Ela quer mais. E para dar mais, as instituições e os governos devem mudar.
Irei conversar, nos próximos dias, com os chefes dos outros poderes para somarmos esforços. Vou convidar os governadores e os prefeitos das principais cidades do país para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos.

O foco será: primeiro, a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que privilegie o transporte coletivo. Segundo, a destinação de cem por cento dos recursos do petróleo para a educação. Terceiro, trazer de imediato milhares de médicos do exterior para ampliar o atendimento do Sistema Único de Saúde, o SUS.

Anuncio que vou receber os líderes das manifestações pacíficas, os representantes das organizações de jovens, das entidades sindicais, dos movimentos de trabalhadores, das associações populares. Precisamos de suas contribuições, reflexões e experiências, de sua energia e criatividade, de sua aposta no futuro e de sua capacidade de questionar erros do passado e do presente.

Brasileiras e brasileiros,

Precisamos oxigenar o nosso sistema político. Encontrar mecanismos que tornem nossas instituições mais transparentes, mais resistentes aos malfeitos e, acima de tudo, mais permeáveis à influência da sociedade. É a cidadania, e não o poder econômico, quem deve ser ouvido em primeiro lugar.

Quero contribuir para a construção de uma ampla e profunda reforma política, que amplie a participação popular. É um equívoco achar que qualquer país possa prescindir de partidos e, sobretudo, do voto popular, base de qualquer processo democrático. Temos de fazer um esforço para que o cidadão tenha mecanismos de controle mais abrangentes sobre os seus representantes.

Precisamos muito, mas muito mesmo, de formas mais eficazes de combate à corrupção. A Lei de Acesso à Informação, sancionada no meu governo, deve ser ampliada para todos os poderes da República e instâncias federativas. Ela é um poderoso instrumento do cidadão para fiscalizar o uso correto do dinheiro público. Aliás, a melhor forma de combater a corrupção é com transparência e rigor.
Em relação à Copa, quero esclarecer que o dinheiro do governo federal, gasto com as arenas é fruto de financiamento que será devidamente pago pelas empresas e os governos que estão explorando estes estádios. Jamais permitiria que esses recursos saíssem do orçamento público federal, prejudicando setores prioritários como a Saúde e a Educação.

Na realidade, nós ampliamos bastante os gastos com Saúde e Educação, e vamos ampliar cada vez mais. Confio que o Congresso Nacional aprovará o projeto que apresentei para que todos os royalties do petróleo sejam gastos exclusivamente com a Educação.

Não posso deixar de mencionar um tema muito importante, que tem a ver com a nossa alma e o nosso jeito de ser. O Brasil, único país que participou de todas as Copas, cinco vezes campeão mundial, sempre foi muito bem recebido em toda parte. Precisamos dar aos nossos povos irmãos a mesma acolhida generosa que recebemos deles. Respeito, carinho e alegria, é assim que devemos tratar os nossos hóspedes. O futebol e o esporte são símbolos de paz e convivência pacífica entre os povos. O Brasil merece e vai fazer uma grande Copa.

Minhas amigas e meus amigos,

Eu quero repetir que o meu governo está ouvindo as vozes democráticas que pedem mudança. Eu quero dizer a vocês que foram pacificamente às ruas: eu estou ouvindo vocês! E não vou transigir com a violência e a arruaça.
Será sempre em paz, com liberdade e democracia que vamos continuar construindo juntos este nosso grande país.

Boa noite!

Na segunda seguinte (24 de Junho), Dilma Rousseff anunciou 5 pactos para o Brasil e entre estes pactos, anunciou também uma proposta inicial de uma Assembleia Constituinte para realizar uma reforma política, que foi derrubada em seguida.

No lugar de uma Assembleia Constituinte, surge a proposta de um plebiscito onde a população decidirá como será a reforma política.

Aí surge o impasse: Referendo ou Plebiscito, ou um outro meio? Como será esta "Reforma Política"?

Hoje (09) a maioria da Câmara dos Deputados enterrou a ideia de um plebiscito popular e foca agora em elaborar um projeto para realizar um Referendo. 


E aí que está: o líder do PT José Guimarães, do estado do Ceará quer a realização do plebiscito e "garante que irá ocorrer em 2013, valendo para 2014":

“Não houve acordo sobre a realização do plebiscito. Tem várias opiniões divergentes. Uns querem referendo, uns querem plebiscito. O PT considera que dá, sim, para realizar o plebiscito em 2013, e nossa missão agora é colher as 171 assinaturas para conformar a ideia do decreto legislativo para convocação do plebiscito”

Ou seja, o impasse está grande, mas o que seria melhor: Plebiscito ou Referendo?

Pensando com mais clareza, o Referendo seria o melhor caminho para uma Reforma Política, e seria excelente ocorrer logo para as Eleições de 2014 ou de 2016, pois assim a população poderia saber mais do projeto e votar, para assim virar lei.

E você, prefere Referendo ou Plebiscito? Comente abaixo, participe deste debate!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Valeu Amigo: uma música muito emocionante...

Escutada por várias pessoas, a música 'Valeu Amigo' é uma grande música que invadiu a internet e que todo mundo gostou. Essa música é do MC Pikeno e Menor, uma música muito especial.

No mais, essa música é realmente muito bonita e emocionante, porquê retrata uma grande partes da amizade e dos grandes amigos. No trecho acima ('Me quis tirar do mal eu percebi, disse verdades que eu mereci, então pra sempre amigo se Deus quiser...'), fala do amigo que ajudou outro cara a sair do mundo do mal e que disse verdades que ele mereceu e que pra sempre eles serão amigos, se Deus quiser. Finalizando, essa música é muito admirável e é uma música que sempre será marcante nas nossas vidas.

Confira o vídeo e a letra da música:



Eu ouvi palavras ditas com carinho De que na vida ninguém é feliz sozinho E você é um alguém que sempre me fez bem Me protegeu e me tirou de todo perigo E quando eu precisei você chorou comigo Valeu por você existir, é tão bom te ter aqui
Eu rezo e peço pra Deus cuidar A …

Escolinha do Gugu: Elenco do programa é demitido e oficializa a extinção

Cacau Colucci era da “Escolinha”, que estava fora do ar (Foto: Reprodução/Record)
Fora do ar desde o fim do ano passado, a “Escolinha do Gugu” – tradicional quadro do “Programa do Gugu” – teve seu fim oficialmente anunciado.

De acordo com o colunista Flávio Ricco (UOL), o contrato de nenhum dos 23 ‘alunos’ será renovado e, a partir do dia 1° de junho, nenhum deles terá mais qualquer vínculo com a Record.

Alguns dos nomes mais tradicionais da atração possuem a esperança de serem encaixados em outros programas da emissora, mas, a princípio, isso não acontecerá.

Durante o tempo em que permaneceu no ar, a “Escolinha” ocupou a vice-liderança no ranking de audiências na maior parte das vezes. Um dos integrantes do elenco, o Seu Eugênio, chegou a ser presenteado por Gugu com uma casa.

Com informações do RD1.
Edição: Décio Lucas Pereira Rodrigues/Redação Informações: RD1

Ajuda no Super Mario World #1: Quer voar? Saiba como!

A Primeira Edição do 'Ajuda no SMW' traz uma coisa que muitos ainda tem dúvida: Como eu posso voar?


Abaixo, como voar:


1º Passo – Consiga uma PENA (no início da fase tem um Koopa com uma capa vermelha escura, pule na cabeça dele desmontado do Yoshi e ele liberará uma pena).  2º Passo – Corra, segurando o botão Y do Super Nintendo (ou o que você configurou no emulador)
Prepare Mario para correr 3º Passo – Quando Mario, correndo, jogar os braços para trás, pule SEM SOLTAR O BOTÃO QUE CORRE.
Mario jogará os braços para trás e irá realmente correr….
… nisso, pule sem soltar o “Y”. 4º Passo – Mario vai voar até o máximo no alto que alcançar. Quando ele estiver descendo, aperte uma vez para trás e ele subirá novamente.
Mario desce…
… aperte para trás e Mario sobe. 5º Passo – Quando Mario descer denovo, aperte novamente para trás e assim consecutivamente para sair pelo ar quantas vezes quiser/conseguir. Lembre-se, não solte o “Y” durante o processo.
Você começa a pegar as penas na fase Donut Pla…

FOTOS: Veja grandes paisagens naturais!

As paisagens naturais do Planeta Terra são várias como todo mundo já sabe. Então, por isso eu trouxe algumas imagens tão bonitas que vocês vão adorar. Veja abaixo algumas imagens:




FOTOS: Google Imagens.

Fantasiado de Homem-Aranha, ex-BBB Kaysar visita hospital e alegra crianças

O ex-BBB Kaysar Dadour, vice-campeão da última edição do programa, se vestiu de Homem-Aranha e foi visitar crianças em um hospital de Curitiba nesta terça-feira. Pelo Instagram Stories, ele compartilhou o momento com os seguidores e pediu que eles mandassem boas energias para ele. “Pessoal, daqui a pouco estou indo em um lugar muito especial, preciso muito que vocês me mandem energia positiva, quero muito, faço questão de compartilhar esse momento com vocês”, antecipou antes de aparecer com a roupa e vestindo a máscara do herói.

O sírio-brasileiro Kaysar Dadour foi vice-campeão do "BBB18" (Foto: Divulgação/Globo)
“Olá, pessoal. Estou aqui no Hospital Evangélico de Curitiba, vamos fazer uma visita para crianças, um desejo que tenho faz tempo. Vamos ver as crianças agora, deixá-las mais felizes”, disse.

Após conversar e tirar fotos com crianças e funcionários do local, Kaysar disse que foi “uma experiência única, uma coisa emocionante”. Em seguida, mandou uma mensagem para o se…

Eduarda Brasil, Mariah Yohanna e Ranna Andrade representaram muito bem a Paraíba no "The Voice Kids"

O "The Voice Kids" vai ter a sua semifinal exibida neste domingo (01/04), ao vivo, às 12h45, logo depois do Esporte Espetacular. E todos os que chegaram a essa fase são merecedores, apesar de alguns não terem demonstrado um desempenho que os levassem até essa fase, a penúltima do reality. Entre os semifinalistas, três se destacaram desde o começo e sem dúvida nenhuma merecem chegar a final: Eduarda Brasil, Mariah Yohanna e Ranna Andrade. As três, por sinal, são paraibanas e mostram que são bastante talentosas, honrando os lugares onde chegaram e representando muito bem a Paraíba.

Eduarda Brasil, Mariah Yohanna e Ranna Andrade: três paraibanas que brilharam no "The Voice Kids" (Foto: Reprodução)
Eduarda Brasil nasceu em Cajazeiras, na Paraíba e mora atualmente em São José de Piranhas. Ela tem 15 anos e foi a segunda paraibana a se apresentar (a voz de número 12, no terceiro dia de audições às cegas) no reality. A sua primeira canção foi "Forró do Xenhenhem"…

Onde Nascem Os Fortes: Conheça a história da nova supersérie da Globo, que estreia no dia 23

Postado às 20h53 (12/04/2018) - Atualizado às 20h54 (12/04/2018) Próxima supersérie da Globo, "Onde Nascem os Fortes" estreia na TV no dia 23 (Foto: Divulgação - Globo)
O sertão, seco, duro, mas com suas belezas, servirá como pano de fundo para “Onde Nascem os Fortes”, nova supersérie da Rede Globo, que estreia em abril. Sertão, inclusive, é o nome pouco inspirado da cidade onde a trama se passará. A história começa quando passado e presente se encontram, depois que os gêmeos Maria (Alice Wegmann) e Nonato (Marco Pigossi) viajam a cidade natal da mãe Cássia ( Patricia Pillar ).


'Onde Nascem os Fortes': Família Gouveia será abalada pela chegada de pessoas de fora a cidade de Sertão (Foto: Divulgação - Globo)
Em “Onde Nascem os Fortes”, Maria conhece e se apaixona por Hermano (Gabriel Leone), mas vê a relação ficar em segundo plano depois do desaparecimento de seu irmão. Hermano é filho de Pedro Gouveia ( Alexandre Nero ), um dos homens mais poderosos da cidade, e possíve…

Cultura: História em Quadrinhos da Turma da Mônica- Na Escola.

A Cultura é muito importante para nós seres humanos, e é fundamental que todo ser humano tenha acesso a cultura. E dando continuidade a sessão Cultura, chegou a hora da gente ler a história "Na Escola", da Turma da Mônica, que é muito legal. Confira!


CULTURA: HISTÓRIA EM QUADRINHOS Turma da Mônica em: "Na Escola".




































História- "Na Escola". 2012. Todos os Direitos Reservados a Maurício de Sousa Produções.
PRÓXIMA HISTÓRIA: O Plano Vampiral! Aguardem...
Cultura é arte, Cultura é vida, viva essa emoção!

'Série Especial: No Ponto de vista do Décio' #1: Chaves

Todo mundo sabe que existem determinados blogs que não agem com Imparcialidade. Por isso, alguns blogs não conseguem manter o pique que os leitores desejam. Por isso, a partir deste sábado, 07 de Abril, e exclusivamente hoje, nós vamos estrear uma série de reportagens chamada 'Série Especial: No Ponto de vista do Décio', que será uma série que comentará diversos assuntos, mais em uma escala bem maior, com mais imagens, textos e até vídeos.


E para começar com chave de ouro, como eu sempre gosto de começar, vou falar sobre o seriado Chaves, exibido atualmente no SBT, das 18h15 até às 19h15. Confira abaixo:


Série Especial: No Ponto de Vista do Décio (1° Reportagens: Seriado 'Chaves'


Chaves, um seriado que já tem 40 anos (Foto: Arquivo| Google Imagens)

O Seriado 'Chaves' nasceu no México e desde então foi passado para outros países, inclusive o Brasil, onde foi comprado pelo SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), um canal que tem 30 anos de existência.


A Turma do Chaves…

Segundo Sol: Confira o resumo da primeira semana da nova novela das 21h da Globo; 14 à 19 de maio

Escrita por João Emanuel Carneiro, "Segundo Sol" estreia nesta segunda, 14/05; missão é não derrubar tanto de "O Outro Lado do Paraíso" e esquecer a mal-sucedida "A Regra do Jogo", além de trazer um produto de qualidade pra faixa (Foto: Divulgação/Globo)
No capítulo de ESTREIA, segunda-feira, 14 de maio - Beto tenta cantar em seu trio elétrico precário, cercado por poucos foliões. Karola convence o namorado a ir para o camarote de Laureta, que barra a entrada do rapaz. Dodô revela a Beto que Remy acabou com o patrimônio da família e o cantor decide fazer um show em Aracaju. Beto não consegue embarcar no avião. Remy e Karola descobrem que o avião em que Beto estava caiu e decidem tirar proveito da situação. Naná não se conforma com a suposta perda do filho. Beto se desespera ao ver a reportagem sobre sua morte. Remy e Karola convencem Beto a fingir sua morte para ajudar a recuperar o patrimônio da família. Luzia brinca com os filhos na praia. Cacau decide i…